Alunos do Sesi criam mapa interativo para divulgar Ecopontos

Projeto visa conscientizar a população de Santa Bárbara sobre importância do descarte correto de entulhos e materiais inservíveis

19/08/202110:24- atualizado às 10:30 em 07/10/2021

Preocupados com a sustentabilidade e buscando contribuir com a qualidade do meio ambiente, alunos do 9º ano do Sesi Santa Bárbara d’Oeste criaram um mapa interativo para divulgar, de forma lúdica, a localização dos pontos de descarte gratuito de entulhos, mantidos pela Prefeitura Municipal. Os chamados Ecopontos servem para o depósito de pequenos volumes de resíduos de construção civil, jardinagem e outros itens inservíveis.

O projeto foi desenvolvido pelos estudantes Ana Beatriz Santos Oliveira, Lorenza Pigato de Faria e Pedro de Oliveira Marçal. O cartaz virtual divulga os endereços dos Ecopontos e conta com ícones que direcionam o cidadão para conhecer a importância desse serviço e os tipos de materiais recebidos, além de ter a possibilidade de traçar a rota até os locais.

A professora Érica Inácio, que ministra a disciplina de Eixo Integrador no Sesi Santa Bárbara, explica que o projeto surgiu de uma discussão em sala de aula sobre as leis e ações que garantem a convivência em sociedade. Os alunos abordaram a importância de dar a destinação correta para materiais e objetos que não possuem mais utilidade dentro de casa, e passaram a pesquisar as políticas públicas existentes.

“Os estudantes fizeram um levantamento dentro da comunidade escolar e descobriram que grande parte das pessoas não conhecia a existência dos Ecopontos. A partir da situação problema de falta de informação sobre um serviço já existente, eles desenvolveram o mapa interativo juntamente com um trabalho de conscientização”, afirma Érica. A professora conta que os alunos visitaram os Ecopontos e buscaram parcerias com a Prefeitura, Câmara Municipal e cooperativa de recicláveis.  

Para o Biólogo da Prefeitura de Santa Bárbara, Fábio Vicentin Diniz, "é muito importante que uma iniciativa deste tipo esteja partindo de uma parcela da sociedade civil, ainda mais uma parcela que está em formação, trazendo consigo valores que deverão nortear o modo de vida que já deveríamos ter adotado há muito tempo. Isso mostra não somente uma consciência ambiental, mas também uma consciência cívica madura, de pertencimento, de entendimento que uma sociedade melhor se faz com a participação ativa da própria sociedade. É a sociedade civil informando, orientando, se colocando como proativa. Isso é maravilhoso, parabéns aos alunos e educadores envolvidos".

Para fazer download do mapa interativo, clique aqui

Confira o vídeo gravado pela aluna Lorenza clicando aqui.

Leia também